Anúncios

Posts Tagged ‘roupas’

::O nosso amigo, o frio::

05/11/2017

O frio chegou e não é nada fácil, todo ano é o mesmo processo: aceitar que tenho que usar muitas roupas, que tenho que reagir à mudança de temperatura, dar uma olhada nos meus sapatos de inverno, me ensimesmar, entrar pra dentro do meu casulo, o que tem até um lado bom, tenho a dizer. Olhar menos pra fora e mais pra dentro. Na realidade é bom pra quem gosta de escrever como eu.

Mas… com o frio também aparecem as pessoas doentes, os vírus são sabidinhos e pensam em novas formas, vírus vai, vírus vem, e eu pelo menos já fui “laçada” este ano. E como boa menina que sou, distribuí o que tinha entre os meus em casa, e todos nós ficamos doentes… e um trator passou por cima de cada um, nos nocauteando um após o outro, várias vezes já na segunda semana do nosso dia a dia de remedinhos caseiros e não-caseiros.

Bom, mas é o que fazer pra tentar fugir dele, o nosso querido amigo, o frio? Bom, fugir mesmo não dá jeito. Temos que sair pra passear assim mesmo, “aproveitar o ar fresco”, como diriam os alemães.

No mais, os segredos dos alemães no que diz respeito a lidar com o frio se resumem ao seguinte:
a) Não há tempo ruim, só roupa que não é adequada
b) Efeito cebola: vestir várias camadas e ir tirando, caso necessário
c) O calor do corpo sai pelas extremidades. Vale a pena investir em bons sapatos e lembrar de usar todos os acessórios: gorro, cachecol, luvas, meias-calças e/ou meias quentinhas. 

Noto que cada um perde o calor mais por uma parte do corpo. É ela que tem que ser mais protegida. No início não dei ouvidos à dica dos bons sapatos até que meus pés se congelaram na rua… E uma boa jaqueta não tem preço!…

O bom é que pra crianças, hoje em dia, é possível achar roupas de frio bem em conta em lojas de departamento ou em segunda mão. A parte ruim da história é que elas crescem… Bom, de agora pra frente todo meio de esquentar o corpo é pouco. É melhor tirar roupa por estar suando do que passar frio, vá por mim. E se quiser deixar seus truques anti-frio aqui nos comentários, os outros leitores agradecerão, e lembrarão de você num momento desses debaixo das cobertas!… 

Anúncios

::Feliz com pouco::

05/03/2010

No final de semana passado eu tive várias razões para ficar satisfeita. Primeiro investi duas noites etiquetando e colocando preços em roupas e brinquedos dos meninos para um mercado (de segunda mão) de roupas e brinquedos infantis. Sempre dá um trabalhão selecionar, etiquetar e dar preços às coisas! Por isso, eu tinha colocado para mim como objetivo uma venda mínima de 50 euros para que o investimento (pelo menos de tempo!) tivesse valido a pena. Cheguei no mercado e fiquei contente: tinham vendido 80 euros, menos os 10% que ficam para os organizadores, recebi 72 euros. Fantástico! Mas… peraí. O que significa esse “Achtung” (atenção) escrito à mão aqui no meu papel? A resposta foi inesperada: “Ah, foi vendido mais um item da senhora, só um momento. Aqui está o valor.” Saí de lá com quase 100 euros na mão e menos tralha dos meninos. Bom, muito bom.

Pra completar, procurando pelo que vender, tinha achado no sótão uma caixa de roupas de inverno e verão exatamente do tamanho do Daniel, o que significaria que eu nem teria que ir ao mercado. As roupas eram de um misterioso “Sascha T.” Depois de muito pensar, lembrei-me que eram de um filho de um colega do meu trabalho. Que sorte tê-las encontrado, pois já nem me lembrava da existência delas!

Por fim, o Daniel ainda achou no sótão duas caixas enormes de Playmobil da Taísa. Ele pediu pra colocarmos no quarto dele uma casinha de madeira que o avô da Taísa tinha feito pra ela e desde então passa horas brincando por lá. Quem tem crianças sabe da minha alegria de ter roupas, brinquedos e um dinheirinho extra, e o melhor: tudo vindo do sótão daqui de casa!

Mas o melhor ainda que me aconteceu foi algo ligado a uma aversão minha: eu odeio trabalhos domésticos e tenho pra mim que não vou morrer sem antes ter um desses robôs que fazem tudo em casa e devem existir daqui a mais ou menos 10 anos. Então, da última vez que fui na casa da minha irmã a vi usando um limpador de janelas que suga o produto/água da janela e que pareceu ser de fácil uso. Como o inverno está acabando, e com o sol lindo que desponta no céu, junto do canto dos passarinhos que estão voltando do sul, pode-se ver toda e qualquer sujeira acumulada em todos os lugares, mas principalmente nas janelas, e o pior: beeeeem nitidamente. Pois bem, fui comprar um aparelho desses e o resultado foi mais do que espetacular: o Matthias e eu conseguimos limpar as janelas daqui de casa (que antes nunca tinham ficado limpas direito por serem velhas, enormes e pela dificuldade do trabalho) em pouquíssimo tempo e elas ficaram limpíssimas! Renatinha: um beijo e obrigadão! Recomendo muito o produto, que se chama Kärcher 1.633-101 Fenstersauger WV 50 plus e pode ser visto através do link (além de um vídeo de demonstração). Viel Spass beim Fensterputzen! (Bom divertimento ao limpar suas janelas!).


%d blogueiros gostam disto: