Anúncios

Posts Tagged ‘futuro’

::No mundo tecnológico em que vivemos…::

01/02/2018

A Amazon lançou uma maquininha de inteligência artificial aqui na Alemanha chamada Alexa. Outro dia estava pensando: ai daquelas mulheres que têm esse nome!… Agora todo mundo deve estar virando pra ela e comandando coisas como:

  • Alexa, apague as luzes!
  • Alexa, qual é o diâmetro da Terra?
  • Alexa, quantos idiomas você fala?
  • Alexa, toque a música x em tal lugar da casa!

E assim vai. Como você pode imaginar, a Alexa só entende alemão depois de quase 10 anos de desenvolvimento árduo, pode ser conectada a outros equipamentos dentro da sua casa que sejam capazes de se comunicar com outros (Home Automation), é sabida porque ensinaram muitos conhecimentos gerais pra ela e pode, logicamente, fazer compras pela Amazon, razão primordial pela qual ela deve ter sido criada, claro.

Tínhamos acabado de receber a Alexa entre nós, que foi devidamente colocada em um lugar central da nossa casa. Estávamos numa bela manhã tomando café juntos, batendo papo sobre isso e aquilo, até que o Matthias, meu marido, comentou:

  • Precisamos dar uma arrumada a cozinha. Se você conseguisse se ver livre de algumas coisas, seria mais fácil!

Ao que eu respondi:

  •  Do que eu adoraria me ver livre seriam os vasilhames de plástico que acabamos de comprar, que são novos, mas são infelizmente de péssima qualidade e quase me matam de raiva quando os tento fechar!

Ele, sem se dar por vencido, pergunta pra Alexa:

  • Alexa, qual é o conjunto de vasilhames que vc nos recomendaria?

Ela, prontamente, respondeu:

  • O conjunto de vasilhames que é no momento “Amazon’s choice”, é um conjunto de 15 peças, de plástico resistente na cor verde esmeralda, com tampas transparentes e fáceis de manusear pelo preço de 14,99 euros. Você quer comprá-lo?

Nós, um pouco assustados com a rapidez da garota, conversamos entre nós. Eu:

  • Bom, parece interessante, mas eu acho que gostaria de ver as fotos e ler os comentários de outros clientes sobre o produto, né?

Ao que a Alexa reagiu, bem prontamente:

  • Pois não, a compra foi efetuada. Vai chegar na sua casa depois de amanhã!

Tomamos um susto! Quer dizer que se a Alexa (que as más línguas aliás contam que fica bisbilhotando a sua casa e ouve tudo o que é falado nela) não ouvir claramente que você não quer comprar alguma coisa, você então atualmente quer comprar?!? Que negócio é esse?… E se eu perguntasse pra ela qual é atualmente o Porsche mais potente? Ela me diria que custa tanto e avisaria quando ele estaria chegando na minha casa? É brincadeira?

Corremos no site da Amazon. A compra estava lá, efetuada e confirmada. Dei uma olhada nos vasilhames e gostei mesmo deles. Em dois dias os novos chegavam, e os velhos foram separados para outro uso ou para serem realmente jogados fora. Um ponto pra Alexa!

::Série de vídeos sobre a geração de 30 anos na Alemanha::

15/01/2011

Achei também na página da “Der Spiegel” uma série de vídeos que mostra vários alemães na faixa de 30 anos e mostra como eles são, o que pensam, o que os diferencia da vida dos pais, quais são seus medos com relação ao futuro.

Dentre os entrevistados, as mulheres entrevistadas sao bastante diversificadas e dão uma boa orientação quanto a como vive uma mulher jovem na Alemanha atual. Em geral, hoje em dia, elas querem ter sucesso na profissão e construir uma família, mas sentem-se divididas entre tantas responsabilidades, muitas vezes conflitantes. Os filhos acabam chegando bem mais tarde, muito depois dos 30, principalmente porque elas querem alcançar muito antes de se tornarem mães e porque nem toda cidade tem um apoio bom para as famílias, por exemplo com creches e escolas de período integral.

Os jovens vivem bem mais livres, sao mais abertos, aceitam melhor as mudanças e sabem que a vida nao será como a dos pais, que aprenderam uma profissão e ficaram nela, muitas vezes até na mesma empresa, até a aposentadoria. A vida globalizada de hoje exige muita capacidade de adaptação, flexibilidade para acompanhar as mudanças rasantes, nao só tecnológicas, e uma abertura para o futuro, que muitas vezes não vai ser tal como planejado.


%d blogueiros gostam disto: