Anúncios

::Missão: fazer compras de supermercado na Alemanha::

Sabem que eu achei que há muito já tinha comentado sobre a rapidez dos caixas de supermercado aqui na Alemanha? Eles são tão rápidos, que muitos clientes não conseguem equiparar seu “nível de atendimento” e deixam, coitados dos clientes, a desejar. E olha que hoje em dia eles, ou elas, na maioria mulheres, por fora padronizadas como simpáticas dando “bom dia” e “espero que a senhora tenha ficado satisfeita com o atendimento”, ou algo como “até a próxima”, por dentro são geralmente mal educadas e rudes. Elas, hoje em dia, “só” escaneiam as mercadorias, enquanto que as “feras” do passado sabiam de cor um código de uns 4 dígitos de cada produto do Aldi, e digitavam aquilo em um ritmo alucinante… E quando menos esperamos, lá estamos nós, “empacando” a fila sem querer e colhendo olhares não muito gentis… Reclamar? E quem gosta de ficar perdendo tempo em fila? Mesmo porque eu mesma já dei entrada em uma reclamação direta por escrito, direcionada ao supervisor da minha região da rede de supermercados Aldi, isso depois de terem gritado comigo e com meu marido por não termos sido rápidos o suficiente para passar nossas mercadorias no caixa. Isso aconteceu quando o Daniel, nosso filho, era pequeno e dava mais trabalho na fila, ocasião quando nos desdobrávamos, até eu, Matthias e Taísa ao mesmo tempo, pra darmos conta do recado da missão de “fazer compras no supermercado na Alemanha”… A resposta do supervisor foi decepcionante:
– Ele queria que eu descrevesse a funcionária, para poder chamar a atenção dela diretamente. Respondi que nao se trata de uma só funcionária, trata-se do sistema;
– Ele disse que o sistema é assim e que não vai mudar. Se mudasse, isso significaria que seria mais lento, o que faria com que o preço dos produtos tivesse que ser corrigido pra cima.

Imaginem bem: segundo a lógica do sistema, pagamos também, ou economizamos, em cima do mau humor e do mau tratamento que é direcionado a nós mesmos! Viva o capitalismo!

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

18 Respostas to “::Missão: fazer compras de supermercado na Alemanha::”

  1. Carla Says:

    E meu irmao q esteve aqui de visita durante as festas, nao entendia o meu desespero qdo ele parava pra “procurar” as moedas ou separar euros de reais no caixa.
    Agora até q dou conta do recado mas devo confessar q no início me atrapalhava toda…

    BjoS!

  2. Claudia Dannemann Says:

    eu me acostumei, com criança ou sem criança, eu deixo a mulher apatetada com a MINHA rapidez e olha que eu nao jogo nada no carrinho. Saio com o carrinho cheio e todo arrumadinho, pra facilitar a organizacao dentro do carro nas sacolas. O Aldi só funciona para quem vai toda a semana lá, aqueles que vao de vez em nunca, sofrem com o sistema. Me lembro da primeira vez que meu irmao veio me visitar e a caixa do antigo Tengelmann tinha até barba e era acelerada assim, meu irmao ficou tao nervoso que saiu com um pacotao de Corn Flakes debaixo do braço sem pagar! Depois a gente caiu na gargalhada. Hoje em dia eu odeio a morosidade e aquela enchente de pessoal no Brasil, no caixa, para empacotar, para levar nao sei onde. Acho o sistema deles totalmente ineficiente! Sandra, tudo questao de perspectiva!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Claudia,
      Concordo com vc: eu fico mais nervosa e impaciente no Brasil, comprando com um, recebendo notinha, entrando na fila pra pagar e depois na outra fila pra pegar o que comprei, do que com a rapidez das filas daqui. Fila por fila… Mas a minha reclamacao se baseou no fato de que nem todos podem ser rápidos em determinadas situacoes: maes com criancas peraltas, velhinhos, deficientes, etc. Sem resultado: o sistema nao tem excecoes, o que eu, pessoalmente, acho uma pena. Odeio uniformizacoes!
      Um beijo,
      Sandra

  3. Talia Says:

    Oi Sandra!
    Gostei do post… outro tópico que “chama atenção”! 🙂
    Seus textos sempre interessantes! Gosto de passar por aqui!
    E eu que levei a maior bronca quando não sabia que as sacolas não eram gratuitas e peguei algumas sem pagar, bem depois que já tinha pagado a conta. (Faz tempo!) Foi um susto! Hehehe!
    Um abraço!

  4. Valerie Says:

    Dear Sandra,

    I am contacting you with regards to our IX11 (International eXchange & eXperience 2011) blog competition. As you were participating last year we hoped that you could help us out a bit this year. We would appreciate if you invite your users to vote for their favorite blog. You’ll find more information here:
    http://www.lexiophiles.com/english/voting-for-the-ix11-blog-competition-started

    For your convenience we have also programmed a little voting button (just like last year). If you’d like to use the button. You will find the code for the button in the above mentioned article.

    If you have any questions do not hesitate to contact me (valerie [at] bab.la).

    Thank you and best regards,

    Valerie
    on behalf of bab.la and Lexiophiles team

    • Sandra Santos Says:

      Dear Valerie,
      Thanks for the invitation, my blog is not yet on the list. Please let me know as soon as my blog in included on the voting list.
      Thanks and kind regards,
      Sandra

  5. Lidiane Gonçalves Says:

    Enquanto nós ficamos surpresos com a rapidez e simpatia dos caixas em supermercado na Alemanha, os europeus se estressam ao enfrentar filas, esperar por ônibus e passar horas e horas em trânsito aqui no Brasil!

    Markus, um amigo Austríaco e que hoje vive em Jena, me disse que ele e a namorada adoram a “Fila única” no Brasil. Ele fez mestrado no Rio e quando conversávamos sobre certas peculiaridades entre as culturas eu não resisti e cair na gargalhada. Como assim? Fila única? Sim, eles acham super organizado e distinto as pessoas se manterem um atrás do outro para serem atendidos pra tudo no Brasil. 🙂

  6. breno Says:

    Interessante teu post sobre filas e supermercados! Vi há pouco tempo uma palestra, aqui em Hamburgo, de um brasileiro, sobre a tensão que se passa no momento de pagar por uma mercadoria. Do milimetricamente tempo contado entre registrar a mercadoria e receber o dinheiro, há uma tensão, que só se completa, quando feito o processo, recebido o troco e um “viele Danke!”, mecanicamente manifesto. Acho que é um pouco menos que eficiência emais propriamente cultural. Os americanos, por exemplo, que inventaram este modelo fordista de organização (inclusive de filas), não são tão rígidos. Vale a pena ver coisas que estrangeiros escreveram sobre os alemães, principalmente sobre sua propalada eficiência. O desejo de obedecer, de organizar, de contar e dar contas de forma exata tem significados que vão muito além da eficiência!

    • Sandra Santos Says:

      Oi Breno,
      Obrigada por ter assinado meu blog! Sim, é verdade, tem muita lenda por trás da propagada cultura da eficiencia alema, ainda que ela seja, por um lado, admirável. Na realidade, caidos os panos, os seres humanos querem sim ser infalíveis, altamente eficientes, rápidos, perfeitos. Somos, acima de tudo isso, aqui ou lá, humanos. P.ex. em toda empresa, em qualquer lugar do mundo, passam-se os dias resolvendo-se “pepinos”, consertando erros de outros, resolvendo desencontros, administrando o caos, uns mais, outros menos.
      Um abraco do sul pro norte! 🙂
      Sandra

  7. Renata Says:

    Ei!

    Concordo, as caixas do Aldi são mesmo muito rápidas e muito mal humoradas. Eu agora com neném pequeno tenho o luxo de poder ir fazer compras durante a semana de manhã e é tudo mais tilex, parafraseando a Taísa. Por outro lado a gente acostuma e acha super estranho quando demora, pelo menos comigo é assim. Por exemplo agora em Janeiro no Brasil eu quase morria de raiva por causa das milhões de sacolas plásticas ou o famoso “deixa eu tirar a notinha pra você”. Obviamente o último cria empregos, mas enlesma muito o sistema. Quanto às sacolas, sabia que elas serão proibidas em breve em todo o território nacional? Sim senhora, 190 milhões de pessoas que antes consumiam as tais sacolas vai dar uma senhora aliviada pra Terra!
    Bjs!

    • Sandra Santos Says:

      Ei Re,
      Seja bem vinda de volta às terras germanicas, desde hoje de manha de novo com neve! Aí também?
      Adorei a expressao “enlesma o sistema”, hehehehe…
      Que notícia excelente essa das sacolas de plástico! A natureza agradece!!!
      Beijocas,
      Sandra

  8. Fabiana Says:

    Enquanto ai o atendimento rápido e o mau humor, aqui no Brasil, a lerdeza e o mais ou menos humor, pelo menos eles não falam com a gente… isso no mercado que frequento.

    Flor não entendi como deixar em divulgação seu livro no blog, me disponho a deixar no meu, porque adorei seu livro. Deixe o recado lá, pra eu poder fazer…

    Beijos

  9. quelen Says:

    Oi querida Sandra!
    Ótimo post!
    É verdade… é uma rapidez pra passarem os produtos (o lado bom é que nao perdemos muito tempo) , mas o mal humor…estao sempre de cara amarrada!hehehe, mas tem um lado bom! (além de ser rápido, super rápido) SEMPRE recebemos o troco certo! seja 0,01, 0,02 ou 0,03 e no Brasil parece q essas moedas nao existem!hahaha, eu nunca recebi no Brasil, tanto que achava normal, qdo chegamos na Alemanha, estranhamos isso!
    Bjs!!!

  10. Ester Says:

    Como carioca, e anos de terapia, nenhuma cultura jamais vai tirar minha simpatia e carisma.
    Os alemaes que se adaptem ao que tenho de mais nobre.
    Enqto a compra passa em velocidade media, dou bom dia pra caixa do Lidl (que ja me conhece) pergunto se ta tudo bem, e o povo nunca reclamou.
    E se reclamarem, berrarei pra todos sorrindo:
    Povao, calma que sou brasileira, E AMO A ALEMANHA!!
    Afinal, eles sao é carentes de calor humano, gente.
    Essa eficiencia toda é fachada. No fundo, sao uns inseguros, como qualquer ser humano.
    No inicio, eu tbm tinha medo da rigidez alemã; mas com o tempo, vi que um sorriso e gentileza abrem mtas portas e quem vai decidir a órbita em que o planeta vai gravitar sou eu!

    bjos!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: