Anúncios

::Dicas para entrevista pessoal::

Começando pela parte externa: o traje a ser escolhido deve ser tipo esporte fino. Sapatos limpos, não carregar em maquiagem, acessórios, etc. Levar para a entrevista somente o estritamente necessário (uma pasta com um caderno de anotações, talvez com alguns pontos como lembrança para suas perguntas, uma caneta, seu currículo, os diplomas e certificados originais). Ir à empresa antes do dia da entrevista para ter certeza da localização, de quanto tempo demora pra chegar lá, etc. Se informar ao máximo de antemão na homepage da empresa e se ler sobre ela na internet. Ideal seria até encontrar pessoas que já trabalham na empresa, trocar idéias e pedir informações.

Ser pontual para uma entrevista na Alemanha não é chegar no horário: é chegar antes do horário! Portanto, chegue 10-15 minutos antes do horário combinado. Se chegar cedo demais, fique no carro esperando ou leve algo pra ler na recepção na empresa. Super importante: saber dominar o nervosismo, lembrando-se de que as pessoas que lhe vão entrevistar são de carne e osso. Lembre-se de que você está ali para vender o seu peixe e devo portanto fazer o melhor marketing pessoal que você puder. Imagine que os entrevistadores têm uma balança nas mãos e você quer que eles se despeçam com o máximo de pontos positivos com respeito à sua pessoa. Eles estão ali para separar o “joio do trigo”.

Se te oferecerem algo para beber, aceite. Demonstre interesse e que se informou sobre a empresa. Ouça com atenção. Mostre seus documentos só se pedirem. Lembre-se que as pessoas irão também analisar sua pessoa a partir das perguntas que você colocar: saiba fazer perguntas inteligentes, que demonstram que você pensa sistematicamente, que tem conhecimento da matéria, etc. E as primeiras perguntas serão também um sinal para o entrevistador, pois elas comumente são as mais importantes na cabeça da pessoa. Leia antes sobre as perguntas mais comuns de uma entrevista (aqui alguns bons exemplos) e tenha preparadas algumas respostas, mas não perca sua naturalidade. Se for perguntado por pontos fracos, mencione um que também é positivo, se olhado sobre outro ângulo. Não perca sua naturalidade! Tente entender o que esperam de você, como é a cultura da empresa, quais são as características do grupo e qual é a oferta que te está sendo oferecida num todo. O seu objetivo é fazer com que os olhos do entrevistador “brilhem” na sua direção.

Pode ser que você vá fazer duas ou três entrevistas na mesma empresa até receber a oferta de um contrato. Desde o princípio é bom que você tenha uma idéia de quanto quer ganhar, preferencialmente por ano. A razão é que cada empresa calcula de outra forma, e se você citar o valor anual, este será “traduzido” nos termos da empresa em questão. A resposta quanto à grana é importante porque se você pedir muito pouco, não se dá valor. Se pedir muito acima do que pretendem pagar, sai do páreo e perde para a concorrência. Na internet há várias formas de pesquisar quanto se paga para um emprego x numa determinada região.

Acima de tudo: seja sincera com você e com os outros. Mantenha as antenas ligadas, observe tudo. Tente analisar se a empresa, as pessoas e o ambiente combinariam com você. Afinal de contas, passamos grande parte da nossa vida no trabalho! Dê-se o devido valor, acredite em você e não mencione nada que não seja visto sob um bom prisma ou analisado de forma positiva. Não mencione pontos negativos se não for ativamente questionado nesta direção.

Importante: se você receber seus documentos de volta, ligue para a empresa e peça um retorno da entrevista, do que você poderia ter feito melhor, o que faltou para a decisão ter caído na sua pessoa. Ninguém nasce sabendo tudo ou entendo sinais, muito menos de uma cultura estranha à sua, portanto a tendência é que você melhore de uma entrevista para a outra. Boa sorte!

“O caminho mais curto para o sucesso é sempre tentar mais uma vez, de uma forma diferente.”

Mais algumas dicas aqui.

Anúncios

Tags: , , ,

10 Respostas to “::Dicas para entrevista pessoal::”

  1. Vanessa Says:

    Eu tambe´m acho que nao é um bicho de 7 cabecas fazer estas entrevistas, e que o candidato deve sim agir na hora certa, ser discreto ao vestir, nao demostrar nervosismo e acima de tudo mostrar que conhece a empresa.
    Tive muitas entrevistas no Brasil com Empresas de grande porte, uma delas foi a FIAT que fica em Betim….é super grande a fabríca lá, e me sai super bem na entrevista, fiz estágio no período de estudo do 2 grau……e absorvi um aprendizado execpional, que ficou comigo para sempre.

    • Sandra Santos Says:

      Oi Vanessa,
      Vc tocou em um ponto importante, o do candidato mostrar que conhece a empresa. Cansei de fazer entrevistas com pessoas que nao sabiam nada sobre a empresa, nao tinham pesquisado nem ao menos a página na internet e nao tinham perguntas pra fazer quando lhes eram oferecido tempo para tanto. Isso, em uma entrevista pessoal, é absolutamente fatal!
      Um abraco,
      Sandra

  2. Claudia Honorio Says:

    Oi Sandra,
    Primeiramente gostaria de te dizer q vc é uma pessoa muito abençoada pelo q faz.
    Vou abrir meu coração pra vc, sou divorciada no ano final do ano de 2006 conheci um rapaz na faculdade um alemão.
    Eu estava passando por um momento muito difícil na minha vida q era a parte de separação e brigas com o meu ex marido.
    Fomos nos aproximando um do outro ele também tava passando por um momento difícil aqui no Brasil efim acabamos nos apaixonando um pelo outro.
    No final do ano passado fui com ele pra Alemanha fiquei um mês La com ele conheci toda a família dele enfim fiquei muito mais encantada com tudo e com todos.
    Mas infelizmente tive que voltar para o Brasil pois tinha q concluir minha faculdade q faltava um semestre, estamos quase um ano separado um do outro e nos falamos todos os dias.
    Ele esta verificando junto ao departamento de estrangeiro conseguir um visto de estudante, mas as coisas não são simples principalmente porque tenho 35 anos e o governo alemão fecha um pouco as portas.
    Sandra estou morrendo de medo de não conseguir esse visto, vc pode me dar algumas dicas na situação q me eencontro.
    Beijos e fica com Deus.

    • Sandra Santos Says:

      Oi Claudia,
      Obrigada pela visita!
      Nao tenho conhecimento de que vistos de estudo sao vinculados à idade do estudante. Em que cidade seu namorado mora? Ele deveria procurar orientacao em escolas com experiencia no mercado internacional. Desta forma, vcs vao ficar sabendo direitinho como proceder para conseguir um visto.
      Se quiser ler mais sobre a vida e trabalho na Alemanha, e sobre o viver no exterior, fica a dica do meu livro.
      Um beijo e boa sorte,
      Sandra

      • Claudia Honorio Says:

        Oi, Sandra.
        Primeiramente quero te agradecer. Bom a cidade que meu
        namorado moro é frankfurt.
        Ele foi no departamento de estrangeiro e teve essa informacao
        o segundo passo é procurar uma possivel escola pra ver quais
        sao os documentos necessarios.
        Estou com o coracao apertado e do tamanho de uma ervilha
        sei que as coisas nao vao ser facil, mas estou muito disposta
        a enfrentar, pelo amor pela oportunidade de aprender uma
        nova lingua e se as coisas entre eu e meu namorado nao ter
        certo fica o ganho do conhecimento.
        Mas quero ir com pensamento positivo de que tudo vai dar certo
        As vezes penso nos moramos aqui no Brasil juntos 2 anos um
        cuidando do outro ele tinha visto de estudante, terminou a
        faculdade aí teve q voltar.
        Estamos sem se ver desde janeiro entao fico um pouco
        preocuoda, sera q essa informacao é veridica.
        Estou com tudo pronto ja vendi o q tinha pra vender aqui no
        Brasil, nao pedimos o visto por aqui porque a informacao q
        tenho do consulado aqui é q nao se faz mais necessário
        solicitacao de visto aqui no brasil para permanencia acima de 90
        dias.
        Sandra se nao for pedir muito vc pode verificar isso se
        realmente a idade influencia na solicitacao de visto.
        Um beijo e obrigada.

      • Sandra Santos Says:

        Oi Claudia,
        Frankfurt é uma cidade enorme e nela existem muitíssimas escolas de idioma que poderao orientá-los. Nao faltarao oportunidades. Há um pensamento que diz: “As paredes de sua casa nao sao definitivas (para sempre), mas o conhecimento sempre fica”. Conhecimento nunca ocupa lugar!
        Um beijo e boa sorte,
        Sandra

  3. Breno Verçosa Says:

    Obrigado pelas dicas Sandra!

  4. phrautmannPeter Rautmann Says:

    Oi Sandra, ou devo dizer Hallo?? Li o que você escreveu e queria saber de qual área é a empresa que você trabalha atualmente. Tenho interesse em trabalhar na Alemanha.Não preciso de visto,pois tenho cidadania austríaca e falo fluente alemão.
    Obrigado,

    Peter

  5. Cristiane Says:

    Oi Sandra!!
    Estava lendo seu blog e isso me abriu a visao. Estou morando na Alemanha há 2 anos , tenho o integrationskurs e estou fazendo o B2. Obviamente meu “alemao” ainda nao é dos melhores , tenho forca de vontade e acho q isso já é um bom comeco. Gostaria muito de um emprego aqui , mas até agora meu “medo” é da entrevista, falando sério! É engracado q quando chegamos aqui parecemos criancas , no Brasil sempre tive otimos empregos , apesar de nao ter terminado minha faculdade. Acho q um Ausbildung aqui seria muito dificil de conseguir. Enfim, tenho 30 anos e nao quero esperar mais . Moro numa regiao com muitas industrias. Vou deixar meu email , quem sabe assim vc me dá uma “Luz”! rsrsrs.

    Cristiane,
    cris_ferreira_al@hotmail.com
    beijoss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: