Anúncios

::Vida de estrangeiro – ou – alguns mitos e verdades sobre morar no exterior::

Parei uma vez de frente para uma igreja. Nela, um quadro de avisos, e nele, uma verdade: “Onde quer que você esteja, sempre irá levar na sua alma suas inquietações, suas dúvidas, sua história”. Verdade absoluta.

Tem gente que vem pro exterior pra fugir de algum problema, acha que pode deixar preocupações para trás. Mero engano. As preocupações vão nos acompanhar, não importa onde quer que estejamos.

Posso sair do meu país com a ilusão de que lá fora tudo é perfeito e altamente organizado. As pessoas lá só agem sob as leis da ética. Tudo funciona. Outro engano. Os seres humanos são múltiplos e, bons e maus, preguiçosos ou eficientes, povoam todos os países deste mundo. Se no Brasil o político rouba descaradamente, aqui na Alemanha ele rouba por debaixo do pano, se achar que roubar é uma boa. E aqui muitas leis são seguidas não porque as pessoas são responsáveis o suficiente para segui-las, mas sim porque se não o fizerem, vão perder muitos e muitos euros pagando multas.

Tem gente que acha que tudo lá fora é melhor, até as pessoas são melhores. Na realidade não somos nem melhores nem piores que os outros, somos tão humanos quanto eles, com nossas qualidades e defeitos. No exterior existem muitos erros, muitos acertos. Muitos setorem onde estão avançados tecnologicamente, outros nem tanto. E nem só de bens materiais vive o homem…

Lá fora é que muitos ficam conhecendo melhor o país onde nasceram. Eu mesma fui uma que, através da liberdade de imprensa e da maneira direta de expor idéias dos alemães, praticamente sem meios-termos, conheci e li muito sobre o Brasil estando fora do meu país. Às vezes a gente tem que estar longe das nossas origens pra conhecer bem o lugar de onde viemos e quem realmente somos.

Uma coisa é certa: depois que tomar a decisão de sair do meu país, nunca mais voltarei a ter uma pátria, no sentido mais profundo da palavra, um lugar pra chamar de “meu”. Nunca mais vou me se sentir 100% bem, onde quer que eu esteja. Quando estou aqui, me falta o pedaço de lá. Se estou lá, me falta o lado de cá. Se estou aqui, sou brasileira. Lá, sou chamada de “alemã”.

Somos cidadãos do mundo e temos, afinal, o direito relativo de ir e vir. Escolhi um canto pra mim onde me sinto bem, dentro do possível, apesar dos pesares, e gosto de viver aqui. Que cada um de nós encontre um lugar onde sinta que leva uma vida com qualidade, ao lado de pessoas com as quais valha a pena dividir a vida, mesmo tendo que abdicar de muita coisa pra conquistar isso. A vida é feita de escolhas.

Anúncios

Tags: , , , , ,

3 Respostas to “::Vida de estrangeiro – ou – alguns mitos e verdades sobre morar no exterior::”

  1. Rui Castro David Says:

    Estou de acordo com a subscritora do texto, e mais, ser humano nao existe dono, estrangeiro, cor, lingua ou talvez origem, porque todos somos iguais e a nossa orige e unica onde viemos e onde iremos, niguem sabe. Estou de visita em vietname, nao sou vietnamita mas poderia ser,o facto de eu ter nascido em angola nao significa que sou angolano bem poderia nascer em outro lugar do planeta.

  2. Rui Castro David Says:

    A luz do sol tudo pode ser possivel

  3. Fábio Says:

    Muito bacana isso, tem tudo a ver comigo. Queria que minha mulher medidasse nisso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: