Anúncios

::A Alemanha depende dos imigrantes::

Talvez muitos não saibam, até mesmo muitos imigrantes que moram aqui na Alemanha, mas este país precisa também de nós, imigrantes com boa qualificação profissional, assim como nós precisamos dele.

O sistema social alemão está passando por uma forte crise, baseada no problema de que a população alemã está cada vez mais velha e as famílias estão se tornando cada vez menores (baixa taxa de natalidade). Em consequência disso, há menos trabalhadores contribuindo para manter o sistema social e garantir que ele possa funcionar.

Em época de vacas magras como a de agora, de crise econômica e altas taxas de desemprego, uma das válvulas de escape mais fácil é a de colocar a culpa nos estrangeiros, acusando-os de que eles se aproveitam do sistema social e de que tomam empregos dos alemães, o que não é a verdade. A verdade é que existem muitas vagas qualificadas que não podem ser preenchidas, porque não existem alemães qualificados para tanto. Como exemplo, uma ferramenta de suprir a necessidade de pessoal qualificado na área de informática foi a que o governo alemão lançou há alguns anos: um sistema de “green card” para estrangeiros vindos de fora da Comunidade Européia.

O programa não deu lá muito certo porque a crise do setor afetou também o número de vagas em aberto, além disso ele envolve muita burocracia, leis complicadas, sem falar nas dificuldades de adaptação comumente enfrentadas pelos estrangeiros aqui. O saldo foi de 13.500 contratações para uma oferta incial de 20.000 “green cards”. Além deste setor, ainda há vários aonde a mão-de-obra alemã não consegue cobrir o número de vagas em aberto. Dado importante: para conseguir manter o sistema social vigente, a Alemanha precisaria de pelo menos 4 milhões de novos imigrantes por ano.

Ao mesmo tempo em que os empresários alemães lutam para conseguir empregar estrangeiros, muitos alemães jovens deixam o seu país rumo aos EUA, Canadá ou Austrália, por acreditarem que lá encontrarão menos crise e melhor qualidade de vida.

A receita é simples: se fosse possível o aumento da taxa economicamente ativa com imigrantes jovens e qualificados, seria mais provável a diminuição dos encargos sociais no país, o que seria bom pra todos.

°°°
01.08.12 – Veja também uma nota atual sobre o cartão azul UE e oportunidade de headhunting agenciado por mim neste post.

Anúncios

Tags: , ,

6 Respostas to “::A Alemanha depende dos imigrantes::”

  1. Daniele Says:

    Estou procurando uma oportunidade de emprego na alemanha.Tenho o ensino medio completo,já vim pra alemanha algumas vezes.Como faco pra entrar em contato com empresas que precisam de trabalhadores brasileiros??Minha preferencia de cidade,seria qualquer uma que fique proximo a Hagen,pois la consigo moradia.

  2. Renata Says:

    Oi Sandra, sou graduada em enfermagem e gostaria de saber como faço para trabalhar na alemanha.
    Grata.
    bjs!

  3. Carolina Says:

    Tenho cidadania Alemã mas não falo Alemão. Sou formada em Admisnitracao de empresas com 14 anos de experiência na área de vendas/ planejamento de vendas.
    Você acha que eu posso conseguir uma colocação com Inglês, Espanhol e Português fluentes?
    Você conhece alguém que possa me auxiliar nesse processo de mudança? Locação de casa, busca de emprego, escola para o meu filho?
    Obrigada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: